Não posso mais te esperar …

Eu desisto de tentar te entender e abro mão de você. Eu simplesmente não posso mais, e não pense que é porque eu não quero – talvez seja até por querer demais. O problema é que eu não posso querer sozinha, não posso mais insistir em algo que (no fundo eu sei) não terá retorno. Meu coração precisa, e anseia, por amor e carinho, ele cansou de receber migalhas e agora quer algo que seja durável, e porque não eterno?! Eu juro que sonhei ter essa vida contigo mas como não foi recíproco estou seguindo meu caminho e te deixando sem nem olhar para trás para não correr o risco de querer voltar.

Não posso mais implorar por atenção, por uma mensagem de “bom dia” ou esperar você decidir o que quer para sua vida, eu preciso seguir meu trajeto. É moreno, eu te entreguei tudo o que eu tinha de mais valioso e você não soube o que fazer e nem como cuidar, você me tinha nas mãos mas me deixou escapar. Eu queria ter te encontrado antes, muito antes, de você ter essas cicatrizes e esse medo todo de se entregar. Pena termos nos encontrado só agora, quando seu coração já está com essa imagem meio falsa do que é o amor e esse receio de sofrer de novo.


Por isso me despeço de você hoje. Não estou desistindo, apenas abrindo mão e deixando você voar enquanto eu me recomponho e junto os cacos para seguir a minha estrada a procura da felicidade. Não posso mais ficar parada aqui enquanto suas dúvidas te assombram e fazem você duvidar da sua capacidade de amar e ser feliz de novo. ADEUS … espero que seus sonhos se realizem e que um dia alguém tenha paciência suficiente para te esperar e faze-lo feliz.

Deixe uma resposta